Tarde de campo aborda a importância da sustentabilidade na produção agrícola

  • -

Tarde de campo aborda a importância da sustentabilidade na produção agrícola

No dia 1º de dezembro foi realizada uma tarde de campo na Comunidade São Valentin, em São Domingos do Sul/RS. O objetivo foi promover a agricultura orgânica e agroecológica na região, fortalecer as redes de apoio da agroecologia por meio da troca de experiência, bem como, incentivar outras famílias e jovens rurais a integrarem-se nesta proposta. Participaram aproximadamente 60 pessoas, entre agricultores e agricultoras, feirantes, técnicos agrícolas, professores e estudantes dos municípios de São Domingos do Sul, Sananduva, Ibiaçá, São José do Ouro, Água Santa, Nova Prata, Paraí, Passo Fundo, Casca, Vila Maria e Vanini.

A abertura do evento, que também integrou as comemorações do 24º aniversário do município, aconteceu no pavilhão da comunidade. Logo em seguida, os participantes se dirigiram para a propriedade da família Ferro, que faz parte do Grupo Mãos na Terra, onde aconteceram as oficinas. Foram organizados grupos que se revezaram nas estações com diferentes temas:

Microrganismos do solo – o agrônomo da Emater conduziu o debate sobre a importância dos microrganismos do solo, como eles agem em simbiose com as plantas e quais os manejos para mantê-los vivos e ativos.

Insumos biológicos – o agricultor Ronaldo Ferro apresentou sua biofábrica, falou da sua experiência desde a criação, montagem dos biorreatores, levantamento de custos da estrutura, ajustes e adaptações. Além disso, socializou sobre quais microrganismos reproduz, como é realizado o processo de fermentação, aplicação e cuidados.

Produção – o agricultor Jonas Ferro, falou sobre a experiência da família com a produção orgânica, relatou sobre os manejos realizados na propriedade, desde preparo do solo, mudas, irrigação e controle de insetos e doenças.

Comercialização – a agricultora Vanessa Ferro relatou sobre os canais de comercialização que o grupo Mãos na Terra acessa, falou sobre a logística do grupo, como se organizam e também sobre as dificuldades e possíveis soluções.

Sucessão familiar – o agricultor Oberdan Finatto relatou sobre o histórico das famílias do grupo e como hoje os jovens estão protagonizando este processo, assumindo todas as linhas de frente, desde o planejamento, a produção, até a comercialização.

Certificação orgânica – o agricultor André Favreto relatou sobre os princípios da Rede Ecovida de Agroecologia, como ela é estruturada e quais os deveres dos agricultores ecologistas, além disso, falou sobre o processo para certificação da produção.

A atividade foi organizada pelo Grupo Mãos na Terra e contou com o apoio do CETAP, Rede Ecovida, Prefeitura de São Domingos do Sul, STR de São Domingos do Sul, Cresol, Emater e Senar/RS. Diversas famílias agricultoras que participaram do evento são acompanhadas pelo CETAP, por meio dos convênios com a Cresol e com a Prefeitura de Água Santa/RS. Também o Grupo Mãos na Terra é assessorado pelo CETAP desde sua criação e tem desempenhado um papel importante na construção da agroecologia em toda a região.


Buscar

Arquivo

Galeria de fotos