Oficina prática sobre agricultura urbana envolve alunos de nutrição na construção da horta na Cootraempo

  • 0

Oficina prática sobre agricultura urbana envolve alunos de nutrição na construção da horta na Cootraempo

Alunos do curso de Nutrição da Universidade de Passo Fundo (UPF) realizaram um mutirão para construção da horta na Cooperativa de Reciclagem Mista de Produção e Trabalho dos Empreendedores Populares (Cootraempo), em Passo Fundo, no dia 5 de outubro. O projeto é coordenado pelo Centro de Tecnologias Alternativas Populares (CETAP) em conjunto com o Projeto TransformAção.

A atividade envolveu acadêmicos da disciplina “Alimentos II”, que integra o novo currículo do curso de Nutrição e, dentre outras coisas, objetiva a Curricularização da Extensão. Por meio do mutirão para construção de uma horta no local, foi possível aprender, através da prática, sobre a produção de alimentos em espaços urbanos como uma estratégia de melhoria da alimentação. “A minha experiência com a horta comunitária foi importante para compreender o caminho do alimento até nossas mesas. Entende-se, portanto, a complexidade do trabalho rural, a valorização do alimento in natura e a força da ação conjunta. Espero que esta atividade seja replicada a outros alunos e cidadãos, com o intuito de unir sustentabilidade, sociedade e alimentação em um só lugar, na prática”, afirma a acadêmica de Nutrição, Laura Paludo Tomelero.

Os alunos contaram com a orientação técnica do CETAP para preparar e adubar o solo, bem como realizar o plantio de grãos e tubérculos como: mandioca, batata-doce, milho, feijão, girassol, entre outros. A previsão é que esta ação tenha continuidade, onde o curso de Nutrição, juntamente com o CETAP, possa propor atividades com os cooperados sobre o preparo de pratos utilizando o que for produzido na horta.

Para atender aos protocolos de segurança e facilitar uma maior integração entre os alunos, os técnicos e os trabalhadores da cooperativa, a turma foi dividida em dois grupos, sendo que o primeiro grupo esteve no local dia 24 de setembro e o segundo grupo, no dia 5 de outubro. O objetivo é conhecer o trabalho desenvolvido pelos recicladores e contribuir na produção de alimentos saudáveis, através da implantação de hortas urbanas. “É uma atividade que, quando aplicada à comunidade, proporciona uma nova visão sobre a necessidade de separar o lixo e do retorno que este processo acarreta para estes trabalhadores”, destaca a acadêmica Júlia Zanini da Silva.

Com informações do site da UPF

Buscar

Arquivo

Galeria de fotos