Encontro promove a articulação dos grupos acompanhados pelo Cetap na Cadeia das Frutas Nativas

  • -

Encontro promove a articulação dos grupos acompanhados pelo Cetap na Cadeia das Frutas Nativas

A atividade realizada no dia 5 de março de 2020, no Parque de Rodeios de Vacaria/RS, teve como objetivo discutir a produção e comercialização de frutas nativas nas regiões dos Campos de Cima da Serra, Altos da Serra, Planalto e Alto Uruguai do Rio Grande do Sul e contribuir na organização e planejamento da Cadeia Solidária das Frutas Nativas, na perspectiva de complementariedade entre as regiões.

Participaram do encontro 53 pessoas, entre agricultores ecologistas, representantes de empreendimentos da área da alimentação, sindicatos, prefeituras, UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), SEMA (Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do RS), organizações apoiadoras, além da equipe técnica do CETAP (Centro de Tecnologias Alternativas Populares). Essa diversidade possibilitou uma grande troca de experiências e a melhor compreensão sobre o funcionamento e abrangência da Cadeia Solidária das Frutas Nativas.

Inicialmente aconteceu uma contextualização e retomada de importantes momentos históricos na caminhada da agroecologia no estado do Rio Grande do Sul. Destacou-se o envolvimento de diferentes atores e do poder público no estímulo da produção e da valorização das frutas nativas, além das experimentações e desenvolvimento de novos produtos, que contribuíram na divulgação e agregação de valor para toda a cadeia produtiva.

Milena Murta, Coordenadora de Responsabilidade Social da Brookfield no Brasil, empresa que mantém um projeto em parceria com o CETAP na região, reforçou o apoio da organização a iniciativas que visam o desenvolvimento local e o fortalecimento da agroecologia como estratégia de geração de renda. A equipe da Brookfield esteve reunida, no dia anterior, para avaliação e monitoramento das ações desenvolvidas, o que incluiu uma série de visitas na região.

Em seguida, os participantes foram divididos em grupos, onde cada região de atuação do CETAP conversou sobre a produção e o processamento de produtos nos grupos agroecológicos. Foram identificados os volumes produzidos, desafios e potencial de ampliação da cadeia produtiva. Os representantes das entidades, como sindicatos, organizações de assessoria técnica, UFRGS e SEMA também avaliaram sua atuação na animação e articulação da Cadeia das Frutas Nativas.

Nesse contexto de processamento e comercialização, o empreendimento Encontro de Sabores foi destacado como responsável por articular muitas das ações de planejamento da produção, beneficiamento, estocagem e interlocução entre produtores e consumidores. Durante o encontro também foram abordados alguns encaminhamentos relacionados a gestão de vendas, como definição da política de preços para todos os envolvidos na cadeia produtiva, até o consumidor final. Mereceu destaque a ampliação da capacidade de estoque de produtos neste ano de 2020, que ultrapassou 20 toneladas. A estratégia é reduzir os riscos e custos, armazenando a produção de forma descentralizada.

A equipe técnica do CETAP reforçou o compromisso de qualificar os produtores com oficinas de boas práticas, para garantir os processos corretos de coleta das frutas, despolpa, manuseio e armazenamento. Todos os envolvidos nessa cadeia precisam ter o conhecimento das boas práticas e estarem comprometidos com as normas e orientações técnicas para manter o padrão dos produtos. Para o próximo período estão previstos eventos de divulgação e rodadas de negócios, especialmente com empreendimentos ligados ao turismo e gastronomia, além da busca de novas parcerias que potencializem a valorização e comercialização das frutas nativas.



Buscar

Arquivo

Galeria de fotos

plugins premium WordPress