Campanha Proteja e Salve + Vidas faz doação de 11 toneladas de alimentos orgânicos para famílias de Passo Fundo

  • 0

Campanha Proteja e Salve + Vidas faz doação de 11 toneladas de alimentos orgânicos para famílias de Passo Fundo

Nesta quarta-feira, dia 12 de maio, foram entregues 550 cestas para famílias em situação de vulnerabilidade social no município de Passo Fundo/RS, totalizando 11 toneladas e meia de alimentos orgânicos, vindos direto de agricultores familiares agroecologistas da nossa região. Cada cesta contém 3kg de arroz, 3kg de feijão, 1kg de cebola, 3kg de batata doce, 3kg de aipim, 3kg de frutas da época (caqui, laranja, banana, bergamota…), 2kg de legumes, 1kg de moranga e 2kg de farinha de trigo integral, totalizando 21 quilos de alimentos orgânicos.

Ainda na madrugada, agricultores que fazem parte da Coonalter (Cooperativa Mista e de Trabalho Alternativa Ltda) carregaram os caminhões com os produtos e se deslocaram de Santo Antônio do Palma, São João da Urtiga e Três Arroios até o Ginásio de Esportes da Paróquia Santo Antônio, no Bairro Petrópolis, em Passo Fundo. Neste local, a partir das 6h30, foi realizada a montagem das cestas, com o apoio da equipe técnica do CETAP.

Durante a manhã, foi realizada a entrega de 150 cestas no CRAS 2 (Centro de Referência da Assistência Social), na Rua Teixeira Soares, 51, Bairro Vera Cruz e também de 100 cestas para os grupos acompanhados pela Cáritas Arquidiocesana de Passo Fundo.

No período da tarde, foram entregues 150 cestas no CRAS 1, na Rua Ana Neri, 485, no Bairro São Luiz Gonzaga e outras 150 cestas no CRAS 4, na Rua Israel Bona, 78, Bairro Morada do Sol. Nestes locais, diversas famílias já aguardavam para a retirada dos alimentos e demonstravam muita alegria em receber esta doação neste momento difícil, agravado pela pandemia da Covid-19.

A campanha de ajuda humanitária “Proteja e Salve + Vidas” conta com o apoio financeiro da Fundação Banco do Brasil, Banco BV e BB DTVM, além de outros parceiros. No Rio Grande do Sul, a iniciativa é em parceria com o Centro de Tecnologias Alternativas Populares (CETAP), com sede em Passo Fundo, que será responsável por coordenar a mobilização de 300 agricultores e a distribuição de cestas para 2.130 famílias, integrando nesta ação outras organizações locais, cooperativas, ONGs e movimentos populares locais.


Buscar

Arquivo

Galeria de fotos