As hortas escolares incentivando a mudança do comportamento alimentar das famílias

  • 0

As hortas escolares incentivando a mudança do comportamento alimentar das famílias

No projeto das hortas escolares, a criança desenvolve práticas que contribuem para um melhor entendimento sobre alimentação saudável, além de possibilitar que sejam abordados assuntos como generosidade, participação, cuidado, saúde, tempo da natureza, meio ambiente, sustentabilidade… Sair da sala de aula e desenvolver atividades ao ar livre, mexendo na terra e interagindo com os colegas, tem se mostrado uma prática que resulta em mais qualidade de vida para as crianças e também para toda a comunidade escolar.

Na prática, o tamanho da horta não vai significar maior ou menor aprendizado, pois o plano de ação deve ser montado conforme a realidade de cada escola. Os estudantes que acompanham todo o processo da horta, passam a entender o que é necessário para plantar e colher, tendo uma noção mais clara sobre o caminho que o alimento percorre até chegar no seu prato. Esta vivência tende a formar adultos mais conscientes na hora de realizarem suas escolhas alimentares.

A horta escolar também oportuniza o trabalho em grupo, estimula a cooperação, o respeito e a valorização dos agricultores e agricultoras que trabalham todos os dias cultivando alimentos. A oportunidade de vivenciar a transformação do alimento e cultivar um alimento orgânico e saudável, melhorou muito a alimentação das crianças, influenciando os hábitos alimentares de toda a família.

A produção audiovisual foi coordenada pelo Centro de Tecnologias Alternativas Populares (CETAP). Esse vídeo é parte do projeto Consumidores e Agricultores em Rede, onde participam CEPAGRO, Centro Vianei de Educação Popular, CETAP e AS-PTA, com apoio da Misereor.


Buscar

Arquivo

Galeria de fotos