Tag Archives: alimento

  • -
111117_feira-vitafood-02

Passo Fundo ganha mais uma opção de feira ecológica

Tags : 

No sábado, dia 11 de novembro, iniciou em Passo Fundo um novo local para comercialização de produtos orgânicos. A feira aconteceu em frente à loja Vitafood, na Rua Francisco Alves, 417, na Vila Rodrigues,  próximo à Praça da Igreja Santa Teresinha.

A feira é uma promoção da Coonalter, cooperativa que congrega produtores agroecológicos da região, com o apoio do Cetap e da loja Vitafood. Neste momento inicial, uma família de agricultores agroecológicos do interior de Passo Fundo assumiu a primeira banca da feira, oferecendo à comunidade legumes, verduras e panificados.

Esta primeira edição da feira contou também com uma degustação de produtos oferecidos pela loja Vitafood e pelo Empreendimento Encontro de Sabores, além de uma aula demonstrativa de ioga. Os feirantes comemoraram o movimento deste primeiro dia da feira e agora estão definindo, em conjunto com a Coonalter e os apoiadores, qual a melhor frequência para realização e se é necessário algum ajuste no local da feira. Em breve teremos a divulgação das novas datas desta feira.

 

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

  • 0
dramatic sunset over cracked earth

Audiência pública debate mudanças climáticas e produção de alimentos saudáveis

Tags : 

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul está promovendo uma série de audiências públicas para debater as mudanças climáticas e os desafios da sustentabilidade e da produção de alimentos saudáveis. Os encontros são abertos e toda a comunidade regional é convidada a participar.

No dia 9 de outubro de 2017, segunda-feira, das 14 horas às 17 horas, acontece a audiência pública no Salão Paroquial do município de Santo Antôno do Palma/RS, na Avenida 20 de março, no centro da cidade. A coordenação dos trabalhos está a cargo do Presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, Deputado Altemir Tortelli. Confirmações de presença e mais informações podem ser solicitadas pelo email csma@al.rs.gov.br.


  • -
200617-workshop-alimentos-UFRGS-07

II Workshop Alimentos Saudáveis para o campo e a cidade

Tags : 

Entre os dias 19 e 20 de junho, aconteceu o II Workshop Alimentos Saudáveis para o campo e a cidade, promovido pela UFRGS. O evento teve um caráter suprainstitucional e buscou agregar as diversas visões e perspectivas de distintos atores comprometidos com a produção e o consumo de alimentos saudáveis para o campo e a cidades.

O auditório lotado recebeu convidados internacionais como Gianluca Brunori, professor na Universidade de Pisa (Itália) e especialista da Comissão Européia em políticas de investigação agrícola e Richard Nunes, docente na Universidade de Reading (Reino Unido) e pesquisador associado do Instituto Walker para Pesquisa de Sistemas Climáticos.

Entre os convidados com atuação no território nacional, estiveram presentes Elcio de Souza Magalhães, coordenador do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional no Ministério de Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS); Paulo Petersen, coordenador-executivo da AS-PTA – Agricultura Familiar e Agroecologia e vice-presidente da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA); Heloisa Costa, docente do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Julia Guivant, professora de Sociologia e Ciência Política na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Christiane Araujo Costa, coordenadora de Segurança Alimentar e Nutricional do Instituto Pólis e membro da coordenação-executiva do Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (FBSSAN) e do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA); e Vanuska Lima da Silva, é professora do Curso de Nutrição da UFRGS e coordenadora do projeto “Biodiversidade para a Alimentação e Nutrição” (BFN) na região sul do Brasil.

Destacam-se também a presença de Rosa Lia Barieri, pesquisadora da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa Clima Temperado (Pelotas, RS), André Camargo, coordenador do Território Fronteira Noroeste e do Núcleo Missões da Rede Ecovida de Agroecologia e de Certificação Participativa; Alvir Longui, membro da equipe técnica do Centro de Tecnologias Alternativas Populares (CETAP), em Passo Fundo – RS e um dos coordenadores da Cadeia Solidária de Frutas Nativas e Antônio Santos, agricultor familiar agroecológico assentado, coordenador para Região Sul do Brasil do Movimento Agroecológico Latino Americano e Caribe/MAELA e líder do Convívio Engenhos de Farinha e da Comunidade do Alimento Butiá Sem Fronteiras Slow Food.

As atividades foram organizadas pela Comissão Organizadora e Equipe da III AgUrb, um grupo de 18 organizações vinculadas a UFRGS que seguirá promovendo ações para debater e refletir sobre os desafios que uma sociedade urbanizada traz para a agricultura e alimentação.

Fonte: ufrgs.br/ascc

 

II Workshop Alimentos Saudáveis Para O Campo E A Cidade UFRGS

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

 

_


  • -
051016_feira-aniversarios-sananduva-cp

Encontro da Diversidade Orgânica de Sananduva integra comemorações pelos 30 anos do Cetap

Tags : 

Nos dias 4 e 5 de novembro foi realizado o Encontro da Diversidade Orgânica de Sananduva, em comemoração aos 30 anos do Cetap (Centro de Tecnologias Alternativas Populares), 20 anos da Feira Ecológica de Sananduva e 15 anos da Coopvida (Cooperativa de Produtores de Alimentos Orgânicos em Economia Solidária LTDA).

Na noite de sexta-feira, dia 4, foi realizado um seminário com o tema Segurança Alimentar e Nutricional: comercialização e abastecimento agroecológico. Para contribuir no debate deste tema, aconteceu um painel com o relato de experiências da Feira Ecológica de Sananduva, da Coopvida, da Utopia Gourmet, do Grupo de Consumidores Conscientes de Alimentos Orgânicos de Lagoa Vermelha e de representantes do Centro Vianei, de Lages/SC, do Cepagro, de Florianópolis/SC e da AS-PTA, de Palmeira/PR. A noite contou também com um momento cultural organizado pelo CTG Doze Braças, de Sananduva/RS e pela a 2º Prenda do Rio Grande do Sul.

No sábado, conjuntamente com a Feira Ecológica, foi montado um espaço para exposições e explanações sobre os insumos utilizados na agricultura orgânica, o processo de certificação dos orgânicos, abelhas nativas, frutas nativas e seu beneficiamento, biodiversidade e a importância do consumo e alimentação saudáveis.
Além do público que tradicionalmente comparece à feira, participaram das atividades alunos de escolas locais e da UERGS, representantes de grupos de Passo Fundo, Lages, Florianópolis, Palmeira, São João da Urtiga, David Canabarro, Ibiraiaras e outros municípios da região. No local também foram desenvolvidas ações do “Novembro Azul”, com orientações e exames de saúde.

O Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar de Sananduva promoveu uma roda de conversa sobre o tema juventude e sucessão rural. Os visitantes de outros municípios também tiveram a oportunidade de participar de um intercâmbio e conhecer a propriedade de um agricultor com certificação de produto orgânico.

Os produtores da Feira Ecológica ofereceram um variado café da manhã, com frutas, sucos, bolachas e panificados de forma gratuita a todos os presentes. Ao longo do evento os participantes e os consumidores sananduvenses puderam conhecer melhor como se dá a produção e a comercialização dos produtos regionais e agroecológicos e ainda como um consumo consciente pode influenciar na saúde, na conservação do meio ambiente e da biodiversidade. A demanda consciente por produtos de qualidade e saudáveis é uma importante forma de apoiar a agricultura familiar e a produção de alimentos.

 

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

  • -
111016_oficina-abelhas-cp

Oficina sobre produção e manejo de abelhas nativas sem ferrão

Tags : 

O Cetap realizou no dia 10 de novembro de 2016 uma oficina com agricultores(as) beneficiários(as) da chamada pública do ATER Agroecologia sobre produção e manejo de abelhas nativas sem ferrão, na propriedade de Evandro Cantelle, em Barrão de Cotegipe/RS.

Inicialmente foram apresentadas as espécies de abelhas que o agricultor possui em sua propriedade, momento onde muitos participantes puderam identificar pela primeira vez alguns tipos de abelhas e suas famílias Meliponas e Trigonas. Também foi possível identificar algumas diferenças entre estas duas famílias e as características próprias de manejo entre elas.

Na sequencia foi realizada uma atividade prática de identificação de espécies e também técnicas de multiplicação, como uma forma de ampliação de colmeias nas propriedades e na região.

Esta atividade faz parte de uma das ações que o Cetap vem realizando em conjunto com as famílias agriculturas, que têm como interesse ou paixão o trabalho com as abelhas sem ferrão. Este trabalho busca identificar, recuperar e manejar estas espécies, com o intuito de preservação e também conscientização da importância das abelhas em nosso meio ambiente para produção de alimentos.

 

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

  • -
Foto: Ana Nascimento

Assistência Social vai priorizar aquisição de alimentos da agricultura familiar

Tags : 

Comissão Intergestores Tripartite aprova resolução que incentiva rede socioassistencial a adquirir produtos por meio da modalidade Compras Institucionais do PAA

Brasília – Representantes dos governos municipais, estaduais e federal aprovaram resolução que incentiva a compra de produtos da agricultura familiar, com recursos próprios, por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O tema foi debatido nesta quarta-feira (2), durante reunião ordinária da Comissão Intergerstores Tripartite (CIT).

Os alimentos vão atender famílias em vulnerabilidade social e à rede de unidades de assistência social. “Se pudermos direcionar recursos públicos das três esferas para adquirir da agricultura familiar, estaremos contribuindo para a manutenção das nossas politicas públicas”, afirma o secretário nacional adjunto de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento social e Combate à Fome (MDS), José Dirceu Galão.

Segundo o diretor de Apoio à Aquisição e à Comercialização da Produção Familiar do MDS, André Grossi, a iniciativa traz benefícios aos agricultores familiares e ao poder público. “Isso gera um efeito na geração de renda muito positivo, além de contribuir para uma alimentação saudável e no combate à obesidade e à má-alimentação.”

O secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social de Minas Gerais e presidente do Fórum Nacional de Secretários(as) de Estado da Assistência Social (Fonseas), André Quintão, destaca que a modalidade é um jogo onde todos ganham. “Esta ação é muito importante para a inclusão produtiva. No caso de Minas Gerais, onde já temos um decreto, estamos atuando nas áreas mais vulneráveis com essa estratégia de apoio à agricultura familiar.”

Compra Institucional – A modalidade permite que órgãos da União, estados e municípios comprem, com recursos próprios, produtos da agricultura familiar com dispensa de procedimento licitatório. Desde janeiro de 2016, os órgãos federais devem destinar, no mínimo, 30% dos recursos aplicados na aquisição de alimentos para produtos da agricultura familiar.

Informações sobre os programas do MDS: 0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS – (61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa

 

* Foto: Ana Nascimento / Fonte: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

  • -
041215_educacao_nutricional_david-cp

Educação nutricional integra conhecimentos e experiências de educadores e educandos em David Canabarro

Tags : 

Acreditando que são as crianças os agentes que podem melhorar o ruma da nossa história, o CETAP, a EMATER e a Secretaria de Educação do David Canabarro, desenvolveram durante o ano de 2015 um trabalho voltado à educação nutricional de alunos de cinco escolas do interior do município, a APAE e outras duas Escolas de Educação Infantil. As atividades contemplaram brincadeiras de adivinha, tarefas práticas de preparo de alimentos, trabalho de publicidade de frutas nativas e rodas de conversa sobre temas como industrializados, nutrição e estética, consumo responsável e alimentação saudável.

Em geral, as atividades buscaram estimular e oportunizar a familiarização dos alunos com frutas, verduras e outros alimentos através do paladar, olfato e tato; objetivar um contato mais íntimo com a culinária, mostrando que um alimento nutritivo pode também ser apetitoso e proporcionar maior conhecimento e afinidade com frutas nativas.

A educação nutricional propõe a união de conhecimentos e experiências do educador e do educando, buscando tornar os sujeitos autônomos e seguros para realizarem suas escolhas alimentares de forma a garantir uma alimentação saudável e prazerosa. Tentando interferir positivamente no estilo de vida e no hábito alimentar de crianças e adolescentes do município de Davi Canabarro/RS, elaborou-se estratégias de educação nutricional respeitando as faixa etárias e demandas do município.

Atividades como essas são primordiais quando busca-se abordar saúde, meio ambiente e sustentabilidade. O ato de alimentar-se engloba fatores como produção, processamento, comercialização, cadeias de distribuição, preparo, desperdício e ainda aspectos sociais, econômicos e ambientais. Abordagens referentes a alimentação devem acontecer desde cedo. É preciso formar ainda na infância uma consciência responsável.

 

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar